Slideshow image
Programa TERRA FORTE :: De 2ª a 6ª, na Rádio Voz da Planície, Rádio Pax e Rádio Vidigueira :: Produção Câmara Municipal de Serpa    ◊    Farmácias de Serviço em novembro: 1 a 3 - Farmácia Central :: 4 a 10- Farmácia Serpa Jardim :: 11 a 17 - Farmácia Central:: 18 a 24 - Farmácia Serpa Jardim :: 25 a 30 - Farmácia Central

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Concelho > Germinação e Acordos

 
 ACORDOS DE GEMINAÇÃO

Geminações são acordos de união, de intercâmbio e de cooperação entre dois municípios nas áreas cultural, social, educativa e turística, podendo também abranger outros domínios de cooperação técnica, com o objetivo de elevar a qualidade de vida das comunidades envolvidas.

O município de Serpa encontra-se geminado com:
- TESTOUR (TUNÍSIA)
- ILHA BRAVA (CABO VERDE)
- TARNOS (FRANÇA)
- CAUÉ (S. TOMÉ E PRÍNCIPE)
- SANTANA DE PARNAÍBA (BRASIL)

 
 
GEMINAÇÃO SERPA/TESTOUR
 
Testour situa-se na região setentrional da Tunísia, no vale do Medjerda, a 90km de Tunis, a capital do país. 
Os primeiros contactos estabelecidos entre os dois municípios ocorreram em 1995, com a deslocação de uma delegação da Câmara Municipal de Serpa a Testour. No ano seguinte, a 19 de Março, o protocolo de geminação foi assinado em Serpa.
Pretende-se com esta geminação desenvolver a cooperação económica e social no respeito pelos valores culturais de cada uma das localidades, bem como promover intercâmbios entre as associações e os diversos agentes políticos, sociais, culturais, turísticos e económicos dos dois municípios.
Das iniciativas levadas a cabo até ao momento, destacam-se:
Ao nível da cooperação autárquica:
  - 1995, visita de delegação de Serpa a Testour;
  - 1996, visita de delegação de Testour a Serpa.
No âmbito da cooperação económica e comercial:
  - 2002/03, participação de Testour na 1ª e 2ª edições da “Feira do Queijo do Alentejo”, promovida pela Câmara Municipal de Serpa.
Ao nível da cooperação cultural:
  - participação de grupos musicais do concelho no Festival Internacional de Música Árabe em Testour;
  - 1999, deslocação a Serpa de uma delegação de Testour para apresentação de um espetáculo de canto Malouf, uma exposição de artesanato tradicional e uma prova de doçaria, no âmbito da inauguração do itinerário-exposição "Terras da Moura Encantada", que teve lugar em 29 de Maio. 
 
GEMINAÇÃO SERPA/ILHA BRAVA
 
A Ilha Brava, com 64km² de área e 9km de comprimento, é a mais pequena ilha habitada do arquipélago de Cabo Verde e a mais ocidental do grupo de Sotavento. 
O município de Serpa e o município da Brava, considerando os laços de amizade e de cooperação existentes entre os respectivos países e a comprovada vontade de ambas as partes em colaborarem para o bem-estar dos seus cidadãos, assinaram a 22 de Agosto de 1997, em Serpa, e a 23 de Junho de 1998, na Brava, o protocolo de geminação.
A colaboração efectua-se em áreas como a cooperação autárquica, desenvolvimento sócio-económico, urbanismo e ambiente, ordenamento do território, educação; turismo, cultura e desporto, mediante o intercâmbio de estagiários, de quadros administrativos e técnicos, a organização de encontros entre responsáveis e instituições e a troca de publicações e de equipamentos.
Ao nível da cooperação autárquica:
  - 2000, visita de uma delegação da Brava a Serpa, Cartaxo, Sintra e Santarém, com participação no XII Congresso Nacional da Associação Nacional de Municípios Portugueses;
  - 2001, visita do Presidente da Brava a Serpa;
  - 2001, visita de delegação de Serpa à Ilha Brava. 
  - 2002, atribuição de subsídio para participação de dois formandos no curso de Administração Local, realizado em Cabo Verde;
No âmbito do desenvolvimento sócio-económico:
  - 1998, oferta de retroescavadora ao município da Brava;
  - 2002, representação da Brava na “Feira do Queijo do Alentejo”, em Serpa.
Na área do urbanismo e ambiente:
  - 1999/2000, apoio à electrificação da Marginal das Furnas, na Brava.
Na área da educação, cultura e desporto:
  - 1998, apoio financeiro à participação de um jovem da Brava no “Festival Mundial da Juventude”;
  - oferta de equipamento desportivo à equipa de futebol da ilha. 

GEMINAÇÃO SERPA/TARNOS

Tarnos localiza-se em França, na região de Aquitaine, Departamento de Landes, a 50km da fronteira de Hendaye/Irún e perto de Biarritz.
O primeiro encontro oficial de preparação da geminação ocorreu em 1997, tendo-se assinado o protocolo, em Serpa, a 13 de Abril de 1998, e em Tarnos, a 20 de Setembro do mesmo ano.
Com a assinatura do protocolo os municípios de Serpa e Tarnos comprometeram-se a favorecer em todos os domínios o intercâmbio entre os seus habitantes para desenvolver através de uma melhor compreensão mútua o sentimento vivo de fraternidade europeia. 
A geminação com Tarnos tem-se desenvolvido sobretudo no domínio da cultura, com relevância para as seguintes ações:
  - 1997, deslocação a Serpa da “Orquestra Ligeira da Escola de Música de Tarnos”;
  - 1998, deslocação a Tarnos da ”Orquestra Ligeira da Sociedade Filarmónica de Serpa”;
  - 1998, visita a Serpa de um grupo de jovens da associação “Centro Loisirs”;
  - 1999, participação de obras de artistas plásticos do concelho de Serpa numa exposição promovida pelo município francês.  
 
GEMINAÇÃO SERPA/SANTANA DE PARNAÍBA
 
Santana de Parnaíba situa-se no Brasil, na sub-região Oeste, no Estado de S. Paulo.
A geminação entre Serpa e Santana de Parnaíba, selada com o protocolo assinado em Serpa a 22 de Junho de 2001, além de unir culturas com raiz comum, visa implementar, através de intercâmbios de natureza técnica, científica e cultural, o desenvolvimento institucional e económico de ambas as partes e o aumento da eficiência e criatividade que poderão advir dessa colaboração.
Das iniciativas levadas a cabo refira-se, no âmbito da cooperação autárquica, a deslocação a Serpa, em 2001, de uma delegação do município brasileiro.
 
GEMINAÇÃO SERPA/CAUÉ
 
Caué situa-se na ilha de São Tomé, no arquipélago da República Democrática de São Tomé e Príncipe.
O protocolo de geminação entre os municípios de Caué e Serpa foi assinado a 10 de Abril de 2002.
Pretende-se que a cooperação seja o mais pluridisciplinar possível, atingindo áreas como a cooperação autárquica, desenvolvimento sócio-económico, urbanismo e ambiente, ordenamento do território, educação, turismo, desporto e cultura. Para esse efeito, recorrer-se-á ao intercâmbio de informação, à permuta de estagiários e de quadros administrativos e técnicos, à organização de encontros entre responsáveis e instituições, bem como à troca de publicações e de equipamentos.
Ações desenvolvidas até ao momento:
  - 2001, deslocação de uma delegação de Caué a Serpa;
  - apoio financeiro para a reabilitação da rede de água potável da comunidade de Ribeira de Peixe, em Caué.

ACORDOS DE COOPERAÇÃO

Acordos de cooperação são acordos de intercâmbio e de cooperação entre dois municípios que visam fortalecer, através de programas em diversas áreas, as relações de cooperação entre munícipios.

O Municipio de Serpa tem Acordos de Cooperação com:
- ITABIRA (BRASIL)
- OLINDA (BRASIL)
- ATE (PERÚ)
- TRINIDAD (CUBA)
- EL CERRO (CUBA)
- PRAVETS (BULGÁRIA)
 
 
No âmbito da enREDE - Rede Internacional de Municípios para a Cultura:
 
Portugal: Beja; Caminha; Vila Nova de Famalicão; Palmela
Brasil: Itabira; Santa Bárbara; São João del-Rei; Olinda; Congonhas; Itabirito; Ouro Preto; Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais
Espanha: Punta Umbria; Cortegana
Guatemala: Patzun; San Bartolomé de Milpas Altas
Cabo Verde: São Vicente
Bulgária: Pravets
 
 
  CÂMARA MUNICIPAL DE SERPA
Praça da República, 7830-389 SERPA | Tel.: ....284 540 100 Fax: 284 544 721 | e-mail:geral@cm-serpa.pt
------------------ || ------------------
 
  2017©Município de Serpa | webdesign: jarmando  
  Ultima actualização em: 17-11-2017 16:12:31