Slideshow image
Programa TERRA FORTE :: De 2ª a 6ª, na Rádio Voz da Planície, Rádio Pax e Rádio Vidigueira :: Produção Câmara Municipal de Serpa    ◊    Farmácias de Serviço em agosto ::1 a 2- Farmácia Serpa Jardim :: 3 a 09 - Farmácia Central :: 10 a 16 - Farmácia Serpa Jardim :: 17 a 23 - Farmácia Central :: 24 a 30 - Farmácia Serpa Jardim:: 31 - Farmácia Central
CRISTÃOS, JUDEUS E MUÇULMANOS
A INQUISIÇÃO NA SERPA QUINHENTISTA
A 7.ª edição da Feira Histórica e Tradicional de Serpa decorre de 22 a 24 de Agosto no centro histórico da cidade.

A Feira inclui no seu programa animação musical, teatro, espetáculos equestres e palestras, estando presentes stands de artesanato e tasquinhas.

A edição deste ano recria o final da coexistência entre cristãos, judeus e muçulmanos em Portugal e a repressão da Inquisição.

A convivência entre as três religiões acabou em 1496, com D. Manuel I, que forçou uma parte dos judeus a converterem-se ao Cristianismo (“cristãos-novos”) e expulsou do reino os restantes, bem como a minoria muçulmana.

O rótulo de “cristão-novo” esteve na base de perseguições da Inquisição aos sefarditas, os judeus ibéricos. Era gente de iniciativa e endinheirada, alvo do Tribunal do Santo ofício, cujo estabelecimento se tornou definitivo em 1536.

O primeiro preso notável de Serpa foi queimado na fogueira pela Inquisição em 1561. Nos finais do século intensificou-se a repressão: numa terra com cerca de 700 fogos mais de 200 moradores caíram nas malhas da Inquisição.

Dois serpenses vagamente “cristãos-novos”, Frei António de Abrunhosa e seu irmão Gastão de Abrunhosa, destacaram-se na luta contra os processos atrozes ordenados pelo Santo Ofício.

É este ambiente, primeiro de coexistência cristã-judaico-muçulmana e depois, de repressão inquisitorial, na Serpa quinhentista, que a Feira recria.

Programa

22/08 – Sexta-feira
17h30 | Refrescos kosher na Nora (Local: Espaço Nora)
18h00 | Conversas na Nora | Tertúlia sobre a presença judaica em Portugal (Local: Espaço Nora)
19h00 | Cortejo de recepção aos judeus sefarditas | de Ribacôa pelos seus parentes judeus de Serpa (Trajeto: Nora – Rua S. Pedro – Rua Dr. Eduardo Fernandes de Oliveira – Alameda Abade Correia da Serra – Rua do Calvário – Largo do Salvador – Largo 5 de Outubro- Rua dos Fidalgos – Praça da República)
20h00 | Anúncio do Esposamento Sefardita e Cerimónia do casamento | assinatura do Contrato entre a Rebeca da casa de Isaque Cohen e Leví da casa de Jacob Zaboca em Serpa (Local: Praça da Republica)
23h00 | Música e Danças Sefarditas (Pelo Mercado)
24h00 | Tesouro Real | Espectáculo de Malabares de Fogo (Local: Praça da Republica)
01h00 | Encerramento do Mercado e ronda dos Beleguins (Pelo Mercado)

23/08 – Sábado
17h30 | Refrescos Mouros na Nora (Local: Espaço Nora)
18h00 | Conversas na Nora | Tertúlia sobre o Islão em Portugal, passado e presente (Local: Espaço Nora)
19h00 | Cortejo Régio pelas ruas do burgo | D. Manuel recebe Judeus e Mouros fugidos de Espanha e compromete-se a aceitar a presença deles no Reino. (Trajeto: Nora – Rua S. Pedro – Rua Dr. Eduardo Fernandes de Oliveira – Alameda Abade Correia da Serra – Rua do Calvário – Largo do Salvador – Largo 5 de Outubro- Rua dos Fidalgos – Praça da República)
21h00 | Competição de Gentes de Portugal e Castela (Cortegana) | Jogos tradicionais (liça) (Local: Alcáçova do Castelo)
22h00 | Os combates são de cortesia | como mandam as regras de cavalaria em tempo de paz | Espetáculo Equestre (Local: Alcáçova do Castelo)
23h00 | Música e Danças muçulmanas (Pelo Mercado)
24h00 | Mare Tenebrum | Espectáculo de Malabares de Fogo (Local: Praça da Republica)
01h00 | Encerramento do Mercado e ronda dos Beleguins (Pelo Mercado)


24/08 – Domingo
17h30 | Refrescos cristãos na Nora (Local: Espaço Nora)
18h00 | Conversas na Nora | Tertúlia ecuménica sobre os três Credos em Portugal (Local: Espaço Nora)
19h00 | Abertura e Arruada | os músicos saem em arruada pelas ruas do castelo. Trampolineiros e saltimbancos irrompem pelas praças em momices e arremedilhos. (Pelo Mercado)
20h00 | As perseguições às minorias religiosas | O caso da família Abrunhosa (Local: Praça da Republica)
22h00 | Jogos e Provas de Perícia com os cavaleiros sefarditas da terra | Espetáculo Equestre (Local: Alcáçova do Castelo)
23h00 | Música e Danças Cristãs (Pelo Mercado)
24h00 | O milagre das Rosas | Espectáculo de malabares de fogo (Local: Praça da República)
01h00 | Encerramento do Mercado
Em permanência | No espaço do evento
Animação Itinerante | Recriação Histórica e Artes Performativas | Personagens | Rábulas e Estórias | Música e Dança

Nas Escadas de Santa Maria | Personagens em diálogo que retratem a tensão vivencial das minorias.

No Castelo | Exposição do Corpo Escravo

Org: Câmara Municipal de Serpa, Viv`Arte - Companhia de Teatro, com o apoio do Movimento Associativo, União de Freguesias de Serpa (Salvador e Santa Maria), União de Freguesias de Vila Nova de São Bento e Vale de Vargo, Junta de Freguesia de Vila Verde de Ficalho, Junta de Freguesia de Pias e Junta de Freguesia de Brinches

Cofinaciamento: Cooperação Transfronteiriça Espanha-Portugal, União Europeia - FEDER, Associação Transfronteiriça dos Municípios das Terras do Grande Lago Alqueva
««
  CÂMARA MUNICIPAL DE SERPA
Praça da República, 7830-389 SERPA | Tel.: ....284 540 100 Fax: 284 544 721 | e-mail:geral@cm-serpa.pt
------------------ || ------------------
 
  2019©Município de Serpa | webdesign: jarmando  
  Ultima actualização em: 23-08-2019 12:26:24