Site Autárquico Serpa

Lápide em Vila Verde de Ficalho

Notícias

Evocação de Martinus

19 de fevereiro 2021

Martinus viveu entre os séculos VI e VII da nossa era, na Hispânia Visigótica, reino forjado sobre as ruínas do Império Romano, e viria a falecer na fronteira entre as antigas províncias da Lusitânia e da Bética, onde hoje se situa a localidade de Vila Verde de Ficalho.

Sepultado na necrópole da basílica Paleocristã existente sobre as fundações da Igreja Velha de São Jorge, foi-lhe dedicada uma lápide gravada, a única encontrada neste cemitério, cujo epitáfio revela uma longa vida para os padrões da época, falecendo com 64 anos, no décimo dia das calendas de março, da era de 664, correspondente ao dia 20 de fevereiro do ano 626 no calendário atual.

Pouco mais sabemos sobre Martinus, visto o seu epitáfio o referir apenas como “servo de Cristo”, o que documenta a implantação da religião cristã que substituiu os antigos deuses pagãos de Roma.

Na sua sepultura, escavada em 2007, em trabalhos empreendidos por António Monge Soares, encontravam-se três esqueletos adultos, de uma mulher e dois homens, um dos quais com menos de 50 anos e outro com cerca de 60, o que corresponde à idade inscrita na lápide de mármore, que se encontra no Museu de Vila Verde de Ficalho.