Site Autárquico Serpa

Notícias


Vacinação antirrábica

06 de dezembro de 2022

Vacinação antirrábica

O Município de Serpa informa que o Veterinário Municipal irá proceder à vacinação antirrábica nos dias 8 e 13 de dezembro, em Serpa, na Abegoaria, a partir das 09.00 horas. A vacinação antirrábica é obrigatória para todos os canídeos com três ou mais meses de idade, de acordo com o Plano Nacional de Luta e Vigilância da Raiva e Outras Zoonoses, estando sujeita ao pagamento da taxa de vacinação, anualmente determinada pela Direção Geral de Alimentação e Veterinária.

Diminuição de animais errantes

05 de dezembro de 2022

Diminuição de animais errantes

A Câmara Municipal de Serpa tem em curso um programa legal para controlo das colónias de gatos. O Programa CED – Captura, esterilização e devolução, financiado unicamente pela Câmara Municipal de Serpa. Implementado em setembro de 2020, abrangeu até à data 30 gatos, de seis colónias autorizadas, o que tem contribuído para controlar os nascimentos de animais errantes. A autarquia conta também com uma campanha de esterilização de animais de companhia, aplicável a cães e gatos, no máximo de três animais por agregado familiar, cujos titulares residam no concelho. A mesma realiza-se pelo segundo ano consecutivo, e conta, nesta edição de 2022, com a emissão de cinquenta credenciais até à data.

Aviso laranja – precipitação

05 de dezembro de 2022

Aviso laranja – precipitação

O Serviço Municipal de Proteção Civil informa que é expectável a ocorrência de períodos de chuva ou aguaceiros, por vezes fortes e acompanhados de trovoadas e rajadas fortes, entre as 05.00h e as 15.00h de dia 5 de dezembro.  Neste sentido, é possível que ocorram inundações em zonas urbanas, causadas por acumulação de águas pluviais; cheias, potenciadas pelo transbordo do leito de alguns cursos de água, rios e ribeiras; instabilização de vertentes, conduzindo a movimentos de massa (deslizamentos, derrocadas e outros) motivados pela infiltração da água, podendo ser potenciados pela remoção do coberto vegetal na sequência de incêndios rurais, ou por artificialização do solo; arrastamento para as vias rodoviárias de objetos soltos, ou ao desprendimento de estruturas móveis ou deficientemente fixadas, por efeito de episódios de vento forte, que podem causar acidentes com veículos em circulação ou transeuntes na via pública. O Serviço Municipal de Proteção Civil recorda que o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado, sobretudo através da adoção de comportamentos adequados, pelo que, e em particular nas zonas historicamente mais vulneráveis, se recomenda a adoção das principais medidas de autoproteção para estas situações, nomeadamente: garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas; garantir uma adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente, andaimes, placards e outras estruturas suspensas; ter especial cuidado na circulação e permanência junto de áreas arborizadas, estando atento para a possibilidade de queda de ramos e árvores, em virtude de vento mais forte; adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível acumulação e/ou formação de lençóis de água nas vias e evitar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas.

Eventos


Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba sugestões, notícias e eventos do nosso município na sua caixa de email.