Site Autárquico Serpa

Notícias


Interrupção do abastecimento de água

26 de outubro de 2021

Interrupção do abastecimento de água

O Municípo de Serpa informa que, devido a uma rutura, em Vila Nova de São Bento, será necessário interromper o fornecimento de água, hoje, dia 26 de outubro, entre as 11.00 h e as 12.00 horas, previsivelmente. Lamentamos o incómodo que possa causar.

Silêncios e Tanta Gente

26 de outubro de 2021

Silêncios e Tanta Gente

No dia 29 de outubro, pelas 21.30 horas, sobe ao palco do Cineteatro Municipal de Serpa a peça "Silêncios e Tanta Gente", fruto de uma parceria entre a Boutique da Cultura, MDM (Movimento Democrático de Mulheres) e Câmara Municipal de Serpa. "Gente, muita gente, que em busca de uma vida melhor, é traída e transformada em mercadoria. Vendidas, compradas, oferecidas, trocadas. Privadas de liberdade, são sujeitas à mais atroz violência e tortura. Porque o mais atroz das coisas más, das pessoas más, é o silêncio das pessoas boas".   "Dar vida à vida de vítimas de tráfico humano é um imperativo de consciência".   Apresentação incluída no projeto “Para Além do Amor”, promovido pelo Movimento Democrático de Mulheres (MDM). A entrada, gratuita, está sujeita a reservas pelo telefone 284 540 124 ou e-mail culturapatrimonio@cm-serpa.pt.  

Alves Redol - Horizonte Revelado

26 de outubro de 2021

Alves Redol - Horizonte Revelado

“Horizonte Revelado” é o título da exposição biobibliográfica que irá estar patente ao público, na Biblioteca Municipal de Serpa, e cuja inauguração se realiza no dia 30 de outubro, com a presença de António Redol, filho do escritor. Trata-se da mais abrangente e completa exposição até hoje realizada, tendo sido estruturada para dar a conhecer ao público uma visão alargada e, até certo ponto, inovadora do percurso literário de Alves Redol. Alves Redol foi pioneiro do movimento neorrealista, com o seu romance de estreia, “Gaibéus” (1939), com o qual introduziu no universo da ficção o compromisso estético e social que congregou uma nova geração em torno da transformação da sociedade portuguesa. Escritor, cronista, contista, novelista, crítico de teatro, guionista para cinema, investigador e conferencista, Alves Redol é uma figura incontornável da cultura portuguesa pela dimensão, qualidade e versatilidade da sua obra.  Destaca-se a presença de um conjunto significativo de documentos e objetos que projetam uma nova luz sobre alguns dos aspetos centrais da sua vida pessoal e profissional. Do etnografismo inicial à maturidade literária, esta mostra permitirá uma leitura mais complexa e aprofundada sobre o trajeto de um escritor essencial para entender os valores e as ideias que marcaram o Portugal de meados do século XX. De entrada livre, a mostra ficará patente até 27 de novembro, e pode ser visitada das 10.00 h às 13.00 horas e das 14.30 h às 19.00 horas, de terça-feira a sábado. A organização está a cargo do Museu do Neorrealismo, APMNR e Câmara Municipal de Serpa.

Eventos


Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba sugestões, notícias e eventos do nosso município na sua caixa de email.